Vila Sassetti mansion

Inaugurado há quase 4 anos, o caminho pedonal da Vila Sassetti é a mais recente ligação entre o centro da vila e o Castelo dos Mouros, a par do Parque da Pena.

A abertura deste percurso foi o início de um projeto global de recuperação que contemplou a intervenção no exterior do edifício principal, a construção de instalações sanitárias, a recuperação dos jardins, caminhos, cursos de água, muros e portões. Ao todo, uma área com cerca de 1,2 hectares, que corresponde à denominada Quinta da Amizade.

O edifício principal, conhecido como Vila Sassetti e que dá nome a este percurso, é um chalet do tipo casa senhorial, que se distingue por uma torre circular de três pisos, revestida a granito com faixas de terracota, características do estilo Românico Lombardo e um vistoso relógio de sol. Este chalet, construído entre 1890 e 1894, está a meia encosta entre o centro da vila e o Castelo dos Mouros.

O proprietário original dos terrenos onde se localiza atualmente a Vila Sassetti, foi Victor Carlos Sassetti (1851-1915), dono do Hotel Braganza, em Lisboa e do Hotel Victor, em Sintra. O projeto do chalet Vila Sassetti foi encomendado por si, ao então amigo, arquiteto e cenógrafo Luigi Manini (1848-1936). Da obra de Luigi Manini, fazem também parte o Hotel Palace do Bussaco e a Quinta da Regaleira, um dos monumentos mais visitados de Sintra.

Pela mistura de materiais usados na construção, a alternância dos volumes e as torres com ameias, constata-se que Manini concebeu este projecto, à luz dos modelos históricos dos castelos da Lombardia.

Atualmente, todo o exterior do edifício está recuperado, faltando agora a concretização dos trabalhos no interior, pelo que a visita ao público ainda não é possível de ser realizada.

A paisagem que podemos usufruir deste caminho é absolutamente privilegiada. Além da vila, temos ao longo do percurso vários pontos de interesse que se vão revelando por entre o arvoredo. Desde logo, a Quinta da Regaleira, a Quinta do Relógio e ao longe, um pouco da vista do Palácio de Seteais, o imponente Chalet Biester, entre muitos outros.

A estreita faixa de terreno que nos leva de passagem ao Chalet, está repleta de belos jardins, com pequenas cascatas, tanques com peixes e nenúfares, plantas e árvores exóticas, seguindo o estilo do Romantismo Sintrense. Durante quase todo o ano, mas especialmente no inverno, o caminho e os muros estão repletos de uma verdejante alcatifa de musgo, conferindo uma harmonia simbiótica entre a natureza e as infraestruturas construídas.

À medida que vamos subindo, as Hortenses, Amores-perfeitos, Flores do Maracujá, Gladíolos e tantas outras espécies, começam a dar lugar à floresta, às imponentes rochas e a desafogados miradouros sobre a encosta que nos leva à entrada do Castelo dos Mouros.

O caminho da Vila Sassetti é muito mais do que uma via pedonal, é um verdadeiro oásis de tranquilidade e beleza em Sintra.

O percurso está aberto diariamente entre as 10h00 e as 18h00 durante o horário de verão, e entre as 9h00 e as 17h00 durante o horário de inverno.

Comments are closed.