The courtyard of Capuchos Convent, in symbiosis with the environment

No meio de uma densa floresta e gigantes rochas graníticas do Parque Natural da Serra de Sintra, surge o Convento dos Capuchos, um mosteiro franciscano austero, com um impacto mínimo no ambiente natural e de design extremamente simplista.

A construção data de 1560 e a localização escolhida, permitiu que os frades residentes enveredassem pela segregação do mundo exterior, vivendo sob uma atmosfera tranquila, mas ao mesmo tempo com escassas condições de conforto.

O conjunto de pequenas capelas, quartos e salas, são todos conectados por passagens muito estreitas, assemelhando-se a pequenas cavernas. As camas são de pedra e os quartos, que lembram celas prisionais, são revestidos com cortiça e praticamente desprovidos de proteção contra os invernos rigorosos.

Frei Honório, foi um famoso monge que viveu no Convento dos Capuchos e passou 15 dos seus anos em isolamento, vivendo até à idade de 100 anos. O complexo foi abandonado após as ordens religiosas terem sido abolidas de Portugal, em 1830.

A visita a este peculiar mosteiro é uma experiência que lembra “Alice no País das Maravilhas“, quando começamos a explorar o labirinto de células, capelas e cavernas. O espaço envolvente transmite uma atmosfera pacífica e idílica. Este é um espaço que está afastado das rotas turísticas comuns, mas quem conhece Sintra, considera-no, sem dúvida, como um dos melhores e mais emblemáticos monumentos históricos da região.

O Convento dos Capuchos está aberto todos os dias das 09:30h às 20:00h (horário de verão) e das 10: 00h às 17: 00h (inverno).

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.